Como Criar sua Marca Pessoal

Você é uma marca em potencial. Saiba como criar uma forte Marca Pessoal para se destacar no mercado e alcançar objetivos

Já falamos aqui no Faça Acontecer sobre marketing pessoal e profissional. Para que este seja devidamente eficiente é preciso desenvolver a sua marca pessoal.

Hoje irei falar mais sobre esse tema.

Para os que estão ingressando no mercado de trabalho agora e tem sede de crescer ou para os que já trabalham, mas não param de buscar novas oportunidades, definir as características de sua respectiva marca pessoal é fundamental.

Marca Pessoal

“Sua marca é realizada nos corações e mentes das pessoas à sua volta”.
William Arruda e Kirsten Dixson, Programa de Branding Pessoal.

Quando William Arruda e Kirsten Dixson falam da construção da marca por meio das pessoas à sua volta, eles se referem a sua postura diante do mundo e do trabalho.

Da maneira como cada um projeta-se para o universo. Essa maneira de expressão deve ser única para despertar o seu nome como referência.

A expressão MARCA PESSOAL foi criada em 1997 por Tom Peters. É uma expressão muito forte, mas não se assuste se você ainda nunca pensou sobre isso. Nós estamos aqui pra te auxiliar.

Na verdade, você já tem uma marca pessoal, ela é o que as pessoas veem em você, sua reputação e maneira de executar tarefas. É a lembrança que os outros têm quando se lembram de você. Agora é hora de avaliar essa visão e fazer os ajustes que julgar necessários.

Como Desenvolver a sua Marca Pessoal

Sendo novo ou experiente, não deixe de criar a sua marca pessoal para se diferenciar e destacar no mercado. Foto

Sendo novo ou experiente, ao definir a sua marca pessoal você irá se diferenciar e destacar no mercado. Foto

1. Descubra o que você gosta e o que quer

Primeiro avalie qual a postura em relação ao mundo e o que você gostaria para ele. Depois pense em como você pode contribuir para realizar essa missão.

Tenha uma visão geral, em primeiro lugar e depois foque para a sua visão. Você e suas paixões devem estar claras. Saber o que se quer e precisa. Assim o caminho para ficará mais claro e focado.

2. Delimite objetivos e prazos realizáveis

Agora é hora de pensar de forma um pouco mais prática. Avalie dentro do que descobriu que quer e precisa onde você pretende estar com prazos determinados. Daqui a um ano, dois, cinco, dez anos ….

Quando você projeta seus pensamentos é mais fácil conseguir o que se quer e programar as busca de conquistas.

3. Avalie seus atributos de marca de topo

Faça um jogo de palavras, pense em, no máximo quatro adjetivos que demonstrem o seu valor como marca.

Para não haver erro consulte o dicionário e não fuja das quatro palavras, nem acrescente mais, a chave neste projeto de construção de marca não é ter várias qualidades apontadas para todos os lados.

É saber exatamente quais são a principais, que despertam imediatamente a lembrança sobre você.

4. Obter feedback de quem lhe conhece no trabalho, em casa e em qualquer lugar

Converse com as pessoas a sua volta para saber qual a impressão que elas têm de você. Aquelas habilidade que todos sabem que podem te entregar e se elas coincidem com o que você pensa sobre sua postura na vida.

5. Avalie o mercado: seu público alvo e a concorrência

É preciso estreitar laços de comunicação e afetos. Perceba onde você pretende se encaixar no mercado para estar próximo das pessoas que podem tomar decisões sobre a sua carreira.

Procure avaliar quais são as características da sua concorrência e veja o que é possível aproveitar e o que o te diferencia das pessoas para destacar.

Agora que você tem as ferramentas para definir a sua marca pessoal é hora de agir e colocar em prática as suas estratégias de marketing pessoal.

No Faça Acontecer já publicamos vários posts como Como fazer Marketing Pessoal e Profissional e 3 Estratégias de Marketing Pessoal que Funcionam sobre como executar essa tarefa.

Outra dica para ampliar a questão é acessar a matéria 10 passos para uma marca pessoal autêntica e magnética da Executive Career Brand (link em inglês).

Além das dicas apontadas nesse post constam mais cinco questionamentos para afinar ainda mais a sua marca pessoal.

CORRA! O mercado não vai parar pra te esperar. E quando você pensa na sua marca pessoal quais os primeiros quatro adjetivos possíveis de destacar?

Tags:

Sem comentários.

Deixe uma resposta