Como Fazer Marketing Pessoal

Saber como fazer marketing pessoal é imprescindível na sociedade atual onde a competição está a cada dia mais acirrada.

Criar perfis na internet e redes sociais, ter uma agenda cheia de contatos e um emprego é relativamente fácil, mas ser reconhecido pelo talento, gerar oportunidades de crescimento e ser referência dentro da respectiva área de trabalho é outra história.

Para conquistar esse patamar é preciso investir em estratégias. Não são somente as empresas que precisam de monitoramento e cuidados. Cada profissional precisa de táticas e investimentos para alcançar objetivos e propagar seus resultados.

Pensando nisso, preparamos uma séria de indicações sobre como fazer marketing pessoal para facilitar a ascensão profissional.

Como fazer marketing pessoal

1. Conheça a ti mesmo

O primeiro passo é saber quem você é. Quais são suas habilidades e saber o que quer, tanto na vida pessoal quanto profissional. Sem essas informações será, no mínimo, complicado começar a colocar as estratégias em prática.

Isso também envolve saber qual a imagem que você transmite. O que as pessoas pensam sobre suas posturas. Depois desse exercício, será possível traçar o seu perfil.

2. Defina seu Posicionamento

Com esse perfil é possível estruturar uma qual é a sua marca, seu personal branding. Neste caso VOCÊ é uma marca. Ela carrega um conceito de quem você é e o que pretende. É de certa forma, uma maneira de formalizar e potencializar o nome para que outros profissionais o tenham como referência. Pode ser a fonte para outros trabalhos.

3. Identifique o seu Público Alvo

Identifique qual é o seu público alvo e onde ele está. Se ele esta nas redes sociais, em fóruns, outros sites e revistas a fim de estreitar laços com ele.

4. Comunique-se

como fazer marketing pessoal

Depois de definir o Posicionamento e Identificar o público, é hora de se comunicar. Foto

Tenha um canal de comunicação direta com seu público alvo. De preferência tenha um site ou blog para divulgar os seus trabalhos, contatos, ideias e conteúdos. É importante ter um espaço que você pode controlar as informações, ter livre acesso e poder repercutir suas produções.

Gere conteúdos próprios e diferenciados. Uma coisa é certa: a democratização virtual é necessária, mas assim, todo mundo pode publicar o que quiser e a quantidade de repetições é enorme.

É preciso produzir conteúdos que chamem a atenção de quem esta lendo ou assistindo o que você tem a dizer. A produção própria também demonstra uma postura ativa de quem está interessado em crescer.

Se você tem pouca experiência em criar ambientes virtuais, existem sites para criar páginas ou blogs pessoais ou comerciais com qualidade profissional e de fácil manipulação como WordPress.com ou o Wix.com.

5. Networking

Network, SEMPRE!!! Siga pessoas de referência nas redes sociais, frequente eventos da área, participe de grupos do seu ramo para conhecer mais e mais pessoas, faça contatos e, sem modéstia, exponha-se. Deixe as pessoas saberem quem você é o que tem a oferecer para aquele ramo.

Todas estas ações requerem um tempo que não será diretamente remunerado, mas devem ser tratadas como um trabalho a ser feito com disciplina e empenho.

Essas são algumas dicas sobre como fazer marketing pessoal, mas esse universo de ações e táticas é imenso e o exercício é diário.

E você, se preocupa com o seu marketing pessoal? Quais atitudes você toma para potencializar a sua marca?

Tags:

Comentários estão desabilitados